skip to Main Content
Menu
Imagem Para O Site (13) – ASPR

Gestão Em Dia nº 12 – abril/2022 – LIDERANÇA: CONHECER O ESPECIALISTA, NÃO SER O ESPECIALISTA

Nos últimos anos todos nós, uns mais outros menos, temos vivenciado intensas e profundas experiências, com pouca ou nenhuma zona de conforto, que decorrem de muitos e variados fatores.

No meu caso, nos últimos seis anos tive o privilégio e honra da Presidência do Rotary Club de Santo André – RCSA (72 anos), Governador Assistente do Distrito 4.420 e ser Presidente da APAE de Santo André (58 anos). Dizemos entre nós Companheiros do RCSA, que liderar estas entidades é um verdadeiro M.B.A. na prática.

Voltando a fatores que nos levam às experiências de sucesso ou não (os insucessos também contam e muito), alguns deles de  fortes impactos,  são os originados pelas revoluções tecnológicas, pelo amplo impacto da transformação digital, pelas mudanças requeridas pelas inovações e por um novo mundo, em parte proporcionado pelo empreendedorismo inovador (mundo das startups), suportado pelos Pilares e Fundamentos do Ecossistema Brasil 6.0, pela E-Digital (D. 9319/2018), pelas tecnologias digitais habilitadoras – Capítulo 3.10 do Manifesto Brasil 6.0 e alinhado ao ESG (Environnmental Social e Governance).

Falando de desafios e oportunidades, em 2.019 fui convidado pelo Digital Evangelist Francisco Soeltl do Instituto MicroPower  para me engajar no Ecossistema Brasil 6.0, como Curador do Ecossistema ABC Paulista.

Acima as minhas atividades voluntárias nos últimos anos. Ressalto que também no Ecossistema Brasil 6.0 tem sido à todos nós Curadoras/es, Conselheiras/os e Voluntárias/os e somos umas três centenas de Pessoas, uma oportunidade extraordinária de aprendizado e que também se assemelha a um M.B.A., dado a relevância e a profundidade dos temas que são trabalhados (Exemplo: Educação e a Capacitação Digital), vinculados ao mundo das tecnologias digitais, da inovação e  transformação digital e do empreendedorismo inovador.

Complemento as minhas atividades voluntárias, com as profissionais: Fundador e Diretor na ASPR  (30 anos), administrador da EW2 Saúde no Brasil e consultor da Optidados Soluções Ópticas.

O Time ASPR e quem mais me conhece, sabem o quanto gosto dos temas: liderança e comunicação; falo e escrevo sobre eles, faz anos.

De forma propositada, as considerações e informações acima são para dizermos que elas nos levam a uma grande necessidade de adaptabilidade para um novo estilo de Liderança e de Comunicação. Aqui hoje, tratando da Liderança.

O título desse texto é de janeiro de 2.022  e de autoria de Candice Eaton Gaul da RSM Internacional, alguns dos seus parágrafos que seguem, são bem apropriados à meu ver à realidade que vivemos e que me inspirou a tratar do tema Liderança, nesse artigo.

Alguns destaques do referido texto da Gaul:

“O maior desafio que os líderes enfrentam atualmente é como deixar de lado muitos componentes tradicionais da construção da liderança. 

Num mundo de trabalho cada vez mais complexo e ambíguo, a única forma de ser eficaz é construir equipes cada vez mais diversificadas e multifacetadas. 

No entanto, ao liderar equipes diversificadas e com múltiplas habilidades, não é mais possível ser o especialista no assunto em todas as áreas cobertas por uma equipe. O resultado é que apenas os líderes que fazem perguntas aos membros de sua equipe e que se aprofundam nas áreas de especialização de sua equipe terão um desempenho ideal.

Parece simples, mas fazer perguntas é, para muitos líderes, uma grande mudança no comportamento individual e nos quadros culturais de referência.

A forma como as perguntas são feitas são tão importantes quanto as perguntas que são feitas.

Formular perguntas de uma maneira que leve a mais colaboração e engajamento é o próximo grande passo no desenvolvimento de liderança – e essas serão as habilidades mais importantes a serem desenvolvidas em futuros líderes.

Quando se trata de liderar uma equipe diversificada de consultores com várias habilidades, é hora de mudar a perspectiva de ser o especialista para conhecer o especialista. 

Os líderes do futuro navegarão em seus ambientes pedindo e incentivando os membros da equipe a contribuir significativamente usando sua experiência e paixão no assunto. 

Construir a habilidade de liderança de fazer perguntas para obter insights e compreensão permite mais opções, melhores soluções e maior envolvimento dos funcionários”.

Quando falamos em Liderança, o tema nos remete a Melhores Práticas e Experiências de Sucesso praticadas pelas Pessoas às suas Organizações. Como exemplo, reporto-me aqui ao Prêmio Transformação Digital Brasil Ozires Silva – 2020/2022 realizado pelo Instituto MicroPower, oportunidade em que 20 Experiências foram reconhecidas, com apoio do Bradesco, da MicroPower, Tegma Logística e da Vibra Energia, ocorrido no último dia 05 de abril, no WTC em São Paulo.

Agora o Instituto MicroPower e o Ecossistema Brasil 6.0, por meio dos seus Conselheiros, começam a trabalhar a edição 2022/2023 do Prêmio Ozires Silva.

Portanto, no entendimento de Gaul: Conheça o especialista! Não seja o especialista.

Faça perguntas ao seu Time para você ter desempenho ideal; menciona ela no texto.

Preencha o Formulário e junte-se a nós no Ecossistema Brasil 6.0.

Ary Silveira Bueno
Fundador e Diretor da ASPR.
Curador do Sistema Nacional de Ecossistemas do Brasil 6.0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top